Busca

Café com Tantra

Portal Web

mês

março 2016

ONG busca voluntários para dar amor e carinho a crianças para adoção

Que tal usar seu tempo vago dando atenção e carinho para crianças que esperam para serem adotada? São pessoas assim que uma ONG está procurando.A descrição do pedido, publicada aqui, tem ganho as redes sociais pela forma carinhosa da abordagem:

“A procura é por pessoas que queiram dedicar um pouco de seu tempo às crianças que aguardam adoção ou que foram temporariamente distanciadas de seus pais.”

d657265f7ef93b24cbc65dce89f71aee

Aos voluntários que se interessarem, não se pede que doem nada além de momentos de muito mimo com os pequenos, de acordo com a disponibilidade de cada um. E toda forma de carinho é válida. O pedido é aberto a todos, desde que não tenham características que possam comprometer a serenidade das crianças.

Esses bebês precisam de carinho, aconchego e locais seguros para começar suas jornadas“, disse a  porta-voz do projeto, Katherine Foley. E completa: “Uma vez que eles recebem alta do hospital, estes recém-nascidos precisam de todo o amor e atenção que um adulto lhes pode dar. Esta pessoa é uma guia de luz para esse bebê.

Depois de participar de um minicurso de formação oferecido pela instituição, cada voluntário pode cuidar dos bebês durante 2 a 6 semanas.

Ficou interessado no trabalho? Acesse aqui.

Fonte: Yahoo Notícias

Expressar gratidão pode mudar seu cérebro

3120877348_5130705a52_b

Exercitar seus agradecimentos pode mudar a forma como você enxerga o mundo (Foto: Flickr / Sarah Reid)

Pesquisadores da Universidade de Indiana, nos Estados Unidos, chegaram à conclusão de que ser grato pelas pequenas coisas da vida pode causar grandes mudanças – inclusive cerebrais. Um artigo publicado no jornal científico NeuroImage atesta que, depois de poucos meses exercitando sua gratidão por meio da escrita, seu cérebro passa a se sentir ainda mais condicionado a ser grato. E isso traz benefícios.

Para a experiência, foram chamados 43 voluntários que passavam por terapia para tratar depressão e problemas relacionados a ansiedade. Todos foram recrutados para uma terapia em grupo semanal, porém apenas vinte e dois deles foram chamados para a “sessão de gratidão”, por assim dizer: nos três primeiros encontros, os participantes passaram vinte minutos escrevendo cartas em que revelavam gratidão pelo destinatário (e poderiam escolher se enviariam ou não a carta). O outro grupo não participou desse exercício.  Continuar lendo “Expressar gratidão pode mudar seu cérebro”

Conheça a monja medieval que foi pioneira ao descrever orgasmo do ponto de vista de uma mulher

Monja(1)

Hildegarda de Bingen foi pintora, poeta, compositora, cientista, doutora, monja, filósofa, mística, naturalista, profeta e, talvez, a primeira sexóloga da história

Quando a Primeira Cruzada estava a ponto de chegar a Jerusalém, uma menina chorou pela primeira vez em Bermersheim (Alemanha). Hildegarda de Bingen nasceu em 1098 e se tornou um dízimo. Como décima filha que era, seus pais a entregaram à Igreja. Deixaram-na em um mosteiro de monges de Disivodemberg, o qual mantinha uma ala para mulheres dirigida por Jutta von Spannheim, que se tornaria mãe e instrutora da pequena Hildegarda. Tinha oito anos e havia começado a ter visões aos três, mas só depois dos quarenta começou a escutar uma voz que lhe dizia que escrevesse e desenhasse tudo aquilo que seus olhos e ouvidos alcançassem.

Tornou-se abadessa depois da morte de Jutta. Amedrontada por suas visões e previsões, ela convenceu o papa a lhe permitir escrevê-las, e foi assim que começou a registrar tanto as visões, como livros de medicina (que hoje consideraríamos superstição), remédios naturais, cosmogonia e teologia. A partir daí começou a relacionar-se com as autoridades eclesiásticas e políticas de sua época e se converteu em sua conselheira, algo impensável tratando-se de uma mulher.

Continuar lendo “Conheça a monja medieval que foi pioneira ao descrever orgasmo do ponto de vista de uma mulher”

O Mundo de Adão – Aprimoramento Sexual para Mulheres

Um divertido bate-papo onde abordamos e exploramos conceitos e técnicas de aprimoramento para aplicar de forma efetiva e satisfatória em seu relacionamento.

O Mundo de Adão lhe apresenta uma fantástica oportunidade de perceber melhor o universo masculino, sua complexa dinâmica e funcionalidade, através de estudos científicos já realizados e de estudos de casos do facilitador deste diálogo que atua terapeuticamente em disfunções sexuais masculinas de natureza fisiológicas e psicoemocionais. O curso está dividido em três módulos com duração de 2 horas cada, com assuntos correlacionados a cada encontro.

MÓDULO I: Anatomia e Fisiologia Masculina | A Molécula dos Relacionamentos | Despertando os Sentidos | Tipos de Orgasmos | Estímulos Sensoriais | Massagem Peniana | Vibrador.

MÓDULO II: Ponto P e Princípios da Extrusão Peniana | Estímulos Sensoriais: Olfato-gustativo | Exercícios Pélvicos Feminino | O Poder do Elogio: Neurociência e Validação.

MÓDULO III: Meditação para Casais | Maithuna – O Sexo Sagrado | Conceito da Técnica de Respiração Polarizada | Sequência de Estímulos Sensoriais | Benefícios da Penetração Passiva.

RIO DE JANEIRO – MÓD 1 | 23 de Março as 19:00-21:00
CURITIBA-PR – MÓD 1 | 14 de Abril as 19:00-21:00

Investimento: R$ 60,00 por Módulo

Inscrições e Informações

Jivan Pramod | Whatsapp (41) 9870-1000
jivan.pramod.tantra@gmail.com

ADAO MOD1

A educação que rouba dos jovens a consciência, o tempo e a vida – entrevista com Naranjo

claudio-naranjo-1024x682

Quando ouvimos este psiquiatra chileno de 75 anos, temos a sensação de estarmos diante de Jean-Jacques Rousseau do nosso tempo. Ele nos conta que esteve bastante adormecido até os anos 60, quando se mudou para os EUA, se tornou discípulo de Fritz Perls, um dos grandes terapeutas do século XX, e passou a integrar a equipe de terapeutas do Instituto Esalen da Califórnia. A partir deste momento passou a ter profundas experiências no mundo terapêutico e espiritual. Entrou em contato com o Sufismo e tornou-se um dos introdutores do Eneagrama no Ocidente. Ele também se aprofundou nos estudos do budismo tibetano e do zen.

Claudio Naranjo tem dedicado sua vida à pesquisa e ao ensino em universidades como Harvard e Berkeley. Fundou o programa SAT, uma integração de Gestalt-terapia, o Eneagrama e Meditação para enriquecer a formação de terapeutas  professores. Neste momento, lança um alerta contundente: ou mudamos a educação ou o mundo vai afundar.

– Você diz que para mudar o mundo é preciso mudar a educação. Qual é o problema da educação e qual é a sua proposta?

– O problema da educação não é de forma alguma o que os educadores pensam que é. Acreditam que os alunos não querem mais o que eles tem a oferecer. Aos alunos vão querer forçar uma educação irrelevante e estes se defendem com distúrbios de atenção e com a desmotivação. Eu acho que a educação não está a serviço da evolução humana, mas sim da produção ou da socialização. Esta educação serve para adestrar as pessoas de geração em geração, a fim de continuarem sendo manipulados como cordeiros pela mídia. Este é um grande mal social, querer usar a educação como uma maneira de embutir na mente das pessoas um modo de ver as coisas que irá atender ao sistema e a burocracia. Nossa maior necessidade é evoluir na educação, para que as pessoas sejam o que elas poderiam ser.

A crise da educação não é uma crise, entre as muitas crises que temos, uma vez que a educação é o cerne do problema. O mundo está em uma profunda crise por não termos uma educação voltada para a consciência. Nossa educação está estruturada de uma forma que rouba as pessoas de sua consciência, seu tempo e sua vida.

O modelo de desenvolvimento econômico de hoje tem ofuscado o desenvolvimento da pessoa.

Continuar lendo “A educação que rouba dos jovens a consciência, o tempo e a vida – entrevista com Naranjo”

Ciência explica porque reclamar altera negativamente o cérebro

science-happiness_synapses-620x368

Ouvir alguém reclamar, mesmo que seja você mesmo, nunca fez bem. Algumas pessoas dizem que reclamar pode agir como uma catarse, uma maneira de descarregar emoções e experiências negativas. Mas olhar com mais atenção ao que o ato de reclamar realmente faz para o cérebro nos dá motivos reais para lutar por um estado de espírito mais positivo e eliminar o mimimi de nossas vidas.

O cérebro é um órgão complexo que, de alguma forma, funciona em conjunto com a consciência para criar a personalidade de um ser humano, sempre aprendendo, sempre recriando e se regenerando. É ao mesmo tempo o produto da realidade e o criador da realidade, e a ciência está finalmente começando a entender como o cérebro cria a realidade.

Autor, cientista da computação e filósofo, Steven Parton, examinou como as emoções negativas na forma de reclamações, tanto expressas por você mesmo ou vindas de outros, afetam o cérebro e o corpo, nos ajudando a entender por que algumas pessoas parecem não conseguir sair de um estado negativo.

Sua teoria sugere que a negatividade e a reclamação realmente alteram fisicamente a estrutura e função da mente e do corpo.

“Sinapses que disparam juntas, se mantém juntas”, diz Donald Hebb, que é uma maneira concisa de compreender a essência da neuroplasticidade, a ciência de como o cérebro constrói suas conexões com base em tudo a que é repetidamente exposto. Negatividade e reclamações irão reproduzir mais do mesmo, como essa teoria destaca.

Donald Hebb explica ainda: Continuar lendo “Ciência explica porque reclamar altera negativamente o cérebro”

TERAPIA E MEDITAÇÃO

IMG_2535

Buddha nunca precisou de nenhuma psicoterapia para seus sannyasins. Aquelas pessoas eram inocentes. Mas nestes vinte e cinco séculos, as pessoas perderam a inocência delas, tornaram-se por demais eruditos. Perderam o contato com a existência. Ficaram desenraizadas.

Sou a primeira pessoa que usa terapia, mas cujos interesses não é terapia mas meditação… assim como foi com Chuang Tsu e Gautama Buda. Eles nunca usaram terapia pois não havia necessidade. As pessoas estavam simplesmente prontas, e você podia plantar os brotos de rosa sem limpar o solo. O solo já estava limpo.

Nesses vinte e cinco séculos o homem ficou tão sobrecarregado de entulho, tantas ervas daninhas cresceram em seu ser que estou usando terapia apenas para limpar o terreno, remover as ervas daninhas, as raízes, para que a diferença entre o homem antigo e o moderno seja destruída.

O homem moderno precisa ser feito tão inocente, tão simples, tão natural como o homem antigo. Ele perdeu todas essas grandes qualidades. O terapeuta precisa ajudá-lo – mas seu trabalho é somente uma preparação. Não é o fim. A parte final vai ser a meditação.

Osho: The Great Pilgrimage: From Here to Here, Chapter 27

No mês em que se celebra o Dia Internacional da Mulher, a melhor forma de comemorar é cuidando de você.

ImageProxy

Fique atenta para alguns cuidados importantes.

A prevenção de doenças envolve uma séria de fatores, entre eles a realização de exames para diagnóstico precoce e acompanhamento médico periódico. Abaixo as recomendações para realização de exames:

Continuar lendo “No mês em que se celebra o Dia Internacional da Mulher, a melhor forma de comemorar é cuidando de você.”

Blog no WordPress.com.

Acima ↑