Busca

Café com Tantra

Portal Web

mês

fevereiro 2016

Caminhar descalço na terra ou na grama traz benefícios à saúde

andar-descalso

Tirar os sapatos ou tênis e deixar os pés livres sentirem o solo diretamente enquanto caminha, sobre a grama ou a terra. Relaxante e agradável, a sensação é esta logo aos primeiros passos. Trata-se de romper as barreiras artificiais que nos “separam” do planeta e ter ligação direta com a natureza. Porém, mais que o prazer do contato, são cada vez mais fortes as evidências de que andar descalço é benéfico para a saúde. Já se acredita que a “terapia”, chamada de aterramento, é capaz de prevenir e até mesmo auxiliar na cura de males. O contato com a terra pode ser usado para melhorar qualidade de vida ou para auxiliar um tratamento médico.

A explicação estaria na carga elétrica natural da Terra. Pisando descalços sobre o solo ficamos em contato imediato com a energia natural do planeta. A troca reequilibraria o organismo e atuaria na prevenção e correção de problemas de saúde. Pesquisas recentes sugerem que a energia elétrica da Terra pode estabilizar o “sistema elétrico” do nosso corpo e auxiliar a protegê-lo. Uma relação de recarga, repondo moléculas necessárias e salutares e descartando outras dispensáveis e nocivas.

Continuar lendo “Caminhar descalço na terra ou na grama traz benefícios à saúde”

O Caminho do Amor Peru

CA PERU2

“O amor não tem fronteiras”

WORKSHOP O CAMINHO DO AMOR

Com o Facilitador e Terapeuta credenciado do Centro Metamorfose – Jivan Pramod

O Caminho do Amor é uma experiência em grupo onde é possível conectar-se com a fonte geradora da vida. Um caminho onde se desenvolvem a amizade, a confiança e a entrega, numa dimensão muito mais profunda do que habitualmente conhecemos.

O workshop traz-nos a experiência de uma nova realidade, uma nova perspectiva de viver, deixando de lado as discriminações e abstrações do intelecto, que nos impedem de sermos naturais e espontâneos, de sentirmos e vivermos a realidade da nossa própria originalidade, guiados pela voz do coração.

O nosso convite é para que você venha conhecer a sua morada interior, o campo onde floresce a sua alma.

Ao decorrer do workshop, trabalhamos a descarga de emoções reprimidas a partir da manipulação criteriosa de estados vibracionais. Este processo interfere nas emoções e no comportamento, e impacta diretamente os relacionamentos afetivos, sociais e profissionais. Como resultado, é possível curar fobias, obsessões, ansiedades, medos e outras dificuldades que afetam as relações de bem-estar humano.

Durante as práticas, você terá a oportunidade de conectar-se com seu aspecto sagrado: clarividência, clariaudiência, percepção extra-sensorial, projeções psíquicas, relações energéticas em vários níveis, como mobilizar a energia Kundalini, subida da Kundalini desde o chakra Muladhara até o Saashara, alcançando o êxtase e o uso transcendente dos sentidos. Você irá experimentar e aprender meditações que objetivam a abertura e a expansão do coração, do amor, da confiança e da auto-estima.

http://www.ocaminhodoamor.com.br

Continuar lendo “O Caminho do Amor Peru”

Vibrador foi inventado para fins medicinais

Vibradores eram utilizados como remédio contra a “histeria” no século 19

Em um mundo onde o desejo sexual das mulheres era tratado como doença, o vibrador foi apresentado como a cura. Parece mentira, mas não faz tanto tempo assim: o vibrador foi inventado no século 19 para ajudar no tratamento de sintomas atribuídos a uma doença conhecida como “histeria”. Demorou até que o orgasmo feminino fosse aceito, a psiquiatria abolisse conceitos antigos e o acessório ocupasse um espaço na gaveta de mulheres completamente saudáveis.

1390379309134

A histeria
Nas primeiras décadas do século 19, mulheres que apresentavam irritabilidade, insônia, ansiedade, dores de cabeça, choro e falta de apetite, entre outros sintomas, eram diagnosticadas com “histeria”, uma doença psíquica tida como exclusivamente feminina. O problema, acreditava-se, era causado por perturbações no útero. “Na medicina hipocrática, ao contrário do Egito antigo, um ativo desejo feminino por sexo e seus sintomas – inclusive excitação, fantasias eróticas, lubrificação vaginal e comportamento em geral melancólico ou irracional – eram conhecidos como uma doença chamada histeria – literalmente, doença causada por um deslocamento do útero”, esclarece o jornalista Jonathan Margolis em seu livro O: The Intimate History of the Orgasm (“A história íntima do orgasmo”, lançado no Brasil pela Ediouro). Continuar lendo “Vibrador foi inventado para fins medicinais”

Blog no WordPress.com.

Acima ↑