A pele tem função imunológica, está cientificamente comprovado por numerosas pesquisas. Os pesquisadores descobriram que quando acariciada, a camada externa da pele, a epiderme, produz uma  substância que é indistinguível imunoquimicamente da timopoietina, hormônio da glândula timo, que está ativa na diferenciação delinfócitos T. Os linfócitos T são responsáveis pela imunidade celular. Eles têm origem nas células que são produzidas na medula óssea e migram (pelo menos metade delas) para a glândula timo, onde são processadas até se tornarem oslinfócitos T. Ainda não é conhecido o processo pelo qual o timo confere competência imunológica aos linfócitos T, dotando-os da capacidade de se diferenciarem em células capazes de desempenhar funções especificamente imunológicas. Existem milhares de linfócitos T individualmente diferentes, cada um deles capaz de reagir a um antígeno específico e de destruí-lo.

Os estímulos táteis aumentam o potencial elétrico do corpo. O aumento do potencial elétrico age sobre as células e glândulas produzindo um resultado fisiológico com efeitos sobre a mente e as emoções, produzindo reflexos sobre o comportamento. As pesquisas mais recentes comprovaram que há alterações fisiológicas e bioquímicas quando a superfície da pele é bem estimulada.

Fonte: http://www.centrometamorfose.com.br

Anúncios