Busca

Café com Tantra

Portal Web

mês

dezembro 2015

Osho, se fosse para tomar uma única resolução de ano novo, qual você sugeriria?

Esta e só esta pode ser a resolução de ano novo: Eu resolvo nunca fazer qualquer resolução porque todas as resoluções são restrições do futuro. Todas as resoluções são prisões. Você decide hoje em vez de amanhã? Você destruiu o amanhã.

Permita que o amanhã tenha sua própria existência. Deixe que ele venha à maneira dele! Deixe-o trazer seus próprios presentes.

Resolução significa que você irá permitir apenas isso e que você não irá permitir aquilo. Resolução significa que você gostaria que o sol nascesse no oeste e não no leste. Se ele nasce no leste, você não vai abrir as suas janelas, você vai manter as janelas abertas para o oeste.

O que é resolução? Resolução é luta. Resolução é ego. Resolução é dizer: “Eu não posso viver de forma espontânea.” E se você não pode viver de forma espontânea, você absolutamente não vive – você só finge.

Então, deixe apenas uma resolução estar lá: eu nunca vou fazer quaisquer resoluções. Jogue fora todas as resoluções! Deixe a vida ser uma espontaneidade verdadeira. A única regra de ouro é que não existem regras de ouro.

– Osho.

Massagem tântrica pode aumentar o potencial orgástico

Segundo especialista, técnica desenvolve a sensibilidade da pele e pode provocar orgasmos múltiplos e prolongados em homens e mulheres

Massagem Tantrica

Começa assim: um (ou uma) terapeuta espalha um óleo quentinho e cheiroso pelo corpo nu do cliente. Após 20 minutos, vem o primeiro contato no órgão genital. A sensação é boa. Depois que o primeiro orgasmo chega, logo vem outro. E outro, e outro, e outro, e outro… durante 1h30m! O relato é a experiência — positiva e em primeira pessoa — de quem já provou….

Provou e gostou de uma sessão de massagem tântrica capaz de, além dos orgasmos múltiplos e de vale (sem declínio após o clímax), fazer a mulher ejacular loucamente. O homem também chega lá, com a diferença de que, em algum momento, seus orgamos começam a ser secos. Ou seja, não-ejaculatórios.

— O homem desenvolve esse potencial. Muita gente não sabe, mas ele pode ter 15, 20, 30, 40 orgasmos… É interminável! — afirma a terapeuta Samvara Subaghi, especialista neste tipo de massagem.

A despeito de todo o prazer que proporciona, segundo ela, o objetivo é desenvolver a sensibilidade da pele e a auto-percepção corporal.

— No momento do êxtase orgástico, há uma expansão de consciência. Um sentimento de plenitude absoluta, uma sensação de que você se basta, de que está inteiro em si mesmo — diz ela: — Isso acontece porque a pessoa se torna consciente da próprio poder e de sua energia sexual, que é a energia da vida, da criação.

Samvara é taxativa ao afirmar que a massagem permite um aumento do tamnho do pênis e do clitóris, pois tonifica a musculatura nessas regiões. No caso do clitóris, ele fica bem tonificado, permitindo à mulher ter mais prazer, além de orgasmos prolongados e intensos.

— É possível sim. São usadas técnicas específicas. As manobras funcionam como uma ginástica e, ao longo de algumas sessões, já se percebe uma mudança no tamanho, no diâmetro e na tonicidade do membro — conta: — Tenho pacientes que me disseram que o pênis ficou mais grosso e até a textura mudou.

O sexólogo Amaury Mendes Júnior, porém, é veemente ao dizer que isso não é possível.

— Após os 16 anos, o pênis não cresce mais. O que acontece é que ele acompanha o homem. Se o sujeito é alegre, o pênis também será. Se é triste, o pênis será triste, e por aí vai… Com as massagens, o membro de um homem que tem dificuldade para se excitar vai se encher de sangue mais facilmente, mas o tamanho não vai mudar.

Segundo Samvara, a massagem tântrica — chamada de lingam (bastão de sustentação), no caso do homem, e de yoni (portal da vida), no caso da mulher — serve também para curar disfunções sexuais sérias como ejaculação precoce, impotência sexual, vaginismo, falta de lubrificação ou até mesmo trauma por abuso sexual.

Para Amaury Mendes, essa técnica é de grande ajuda, embora ele preconize um trabalho de dessensibilização.

— Não costumo indicar que se vá direto aos genitais — fala: — É como um prato de sopa quente. Nunca vou direto no centro do problema porque as pessoas estão mexidas ou tem dificulade com toque. Prefiro ir aos poucos, estimulando o paciente e fazendo um trabalho psicoterpêutico em paralelo. Penso que assim a resposta é mais efetiva. A gente não pode esquecer que, por trás de um órgão genital, existe um indivíduo.

Mas Samvara garante:

— Quando atendo uma pessoa com traumas, faço uma avaliação e não vou direto nos genitais. O tantra é um trabalho global, que funciona de forma holística. Não é uma técnica invasiva — afirma.

Fonte: O Globo

 

Um orgasmo por dia reduz risco de câncer de próstata em 22%

Cientistas dizem que prática também melhora sono, aumenta imunidade e protege contra doenças cardíacas

POR O GLOBO 29/12/2015

0temp02

O orgasmo diário também é benéfico mesmo que seja atingido na modalidade solitária – gaptone via Visual Hunt / CC BY-NC
PUBLICIDADE

RIO – Homens que têm orgasmo uma vez por dia podem reduzir significativamente seu risco de desenvolver câncer de próstata, sugere nova pesquisa. Cientistas afirmam que, junto com o prazer sexual proporcionado, há benefícios de saúde adicionais, incluindo um sono melhor, um impulso na imunidade e até proteção contra doenças do coração. Continuar lendo “Um orgasmo por dia reduz risco de câncer de próstata em 22%”

O Mundo de Eva – Aprimoramento Sexual para Homens

EVAFLORIPA

Venha redescobrir sobre a sexualidade feminina em um divertido bate-papo entendendo conceitos e técnicas de aprimoramento para aplicar de forma efetiva e satisfatória em seu relacionamento.

O Mundo de Eva lhe apresenta esta fantástica oportunidade de perceber melhor o universo feminino, sua complexa dinâmica e funcionalidade, através de estudos científicos já realizados e de estudos de casos do facilitador deste diálogo que atua terapeuticamente em disfunções sexuais femininas de natureza fisiológicas e psicoemocionais.

Jivan Pramod é facilitador de Cursos e Workshops de Tantra em diversas cidades do Brasil, Europa e América Central. Terapeuta Credenciado pelo Centro Metamorfose ministra Cursos de Massagem Tântrica, Delerium – Treinamento Multi-orgástico para Casais e do workshop O Caminho do Amor. Idealizador do Programa A Arte de Compartilhar juntamente com a sua esposa e terapeuta Satya Kali, ajudando milhares de casais em todo o mundo e também do Portal Web Café com Tantra, que reúne em um só lugar informações diversificadas sobre comportamento humano, psicologia, neurociência, tantra, nova educação e muitos outros assuntos relacionados ao Ser Humano e sua evolução.

O Mundo de Eva está dividido em três módulos com duração de 2 horas cada com assuntos correlacionados a cada encontro.

MÓDULO I: Anatomia e Fisiologia Feminina | A Molécula dos Relacionamentos | Zonas Erógenas | Tipos de Orgasmos | Estímulos Sensoriais | Massagem Vulvar | Vibradores.

Investimento: R$ 60,00 (Depósito ou Transferência Báncaria)

Estou a disposição para qualquer dúvida ou esclarecimentos!

Afetuoso Abraço!

Equipe Café com Tantra.

topicosmod1

 

1755: Nasce o pai da homeopatia

No dia 10 de abril de 1755, nasceu Samuel Hahnemann, o médico alemão que desafiou os métodos tradicionais de cura de sua época. Depois dele, a medicina nunca mais seria a mesma.

Symbolbild Homöopathie

Christian Friedrich Samuel Hahnemann nasceu no dia 10 de abril de 1755 em Meissen, no Estado da Saxônia, no leste da Alemanha. Cresceu em um ambiente modesto e, graças a uma bolsa, pôde estudar em uma renomada escola da região. Desde cedo, Hahnemann demonstrou facilidade para línguas, aptidões para as ciências naturais e grande interesse pela botânica.

Hahnemann iniciou o curso de Medicina na cidade de Leipzig, mas, insatisfeito com o enfoque exclusivamente teórico das aulas, transferiu-se para Viena. Começou a praticar a medicina no povoado saxônico de Hettstedt. Casou-se no ano de 1782 com Johanna Leopoldina Henriette Küchler, enteada de um farmacêutico, e mudou-se com ela para Gommern – também no leste do país.

Similia similibus curentur

Em 1790, ao traduzir o tratado Matéria Médica, do inglês Willian Cullen, Hahnemann deparou-se com relatos sobre as propriedades curativas da quinina contra a malária. Hahnemann testou a substância em si mesmo e veio a desenvolver sintomas semelhantes aos da moléstia.

Hahnemann experimentou ainda outras drogas, como belladona, mercúrio, digital, ópio, arsênico e diversos medicamentos de uso corrente na época. Os testes confirmaram: cada remédio provocava uma doença similar àquela para a qual era ordinariamente receitado. Similia similibus curentur, ou “semelhante cura semelhante”. Hahnemann desvendara o princípio que iria revolucionar os métodos terapêuticos.

O médico dedicaria o resto de sua vida à premissa da cura pelo semelhante. Querendo fazer dela um método eficaz de tratamento, experimentava as substâncias, anotava seus efeitos no organismo e passava a utilizar as mesmas em doentes com sintomas similares.

Começou as terapias usando grandes doses. Mas, devido a efeitos colaterais, procurou desenvolver um procedimento para aplicar o medicamento sem

Hahnemann

prejudicar o paciente e evitar intoxicações. Passou, então, a diluir as substâncias e ministrá-las em pequenas quantias.

O princípio Similia similibus curentur foi batizado por Hahnemann de homeopatia – do grego “homoion”, similar, e “pathos”, doença.

Processo de dinamização veio a cavalo e à tona

Atento aos tratamento dos seus pacientes, Hahnemann notou que, quanto mais afastado o domicílio dos enfermos, mais rápidos e eficazes se mostravam os medicamentos. A única diferença entre o remédio de quem residia próximo, para o remédio de quem residia longe, eram os sacolejos sofridos durante o transporte a cavalo.

Hahnemann concluiu que, se os processos de saúde, doença e cura são dinâmicos, o medicamento também deveria sê-lo. Sendo assim, as substâncias homeopáticas deveriam passar pelo – como ele batizou – processo de dinamização: ao serem preparadas, sofreriam batidas fortes e ritmadas para despertar a energia nelas contida.

Hahnemann e os provadores de drogas

Em 1812, Hahnemann recebeu licença para lecionar na Universidade de Leipzig. Mas suas críticas aos métodos tradicionais de cura esvaziaram-lhe a sala de aula. Aos poucos alunos que restaram, propôs a formação de um grupo de “provadores de drogas”. Nesse período, redigiu uma obra onde estão descritos todos os sintomas e propriedades das substâncias testadas por ele e seus discípulos.

A controvérsia em torno de seus métodos contribuiu para que Hahnemann mudasse várias vezes de cidade. Em 1821, estabeleceu-se em Köthen, onde recebera autorização para a fabricação de seus medicamentos.

Homeopatia x cólera

Em 1831, um ano após a morte de sua esposa, Hahnemann ajudou a conter uma epidemia de cólera na Europa. O fato despertou interesse internacional e contribuiu para que a nova terapia tivesse maior aceitação.

Na Áustria, o decreto que proibia a prática da homeopatia foi abolido. Na França, as ideias de Hahnemann ganhavam adeptos e nos EUA foi formada uma sociedade homeopática.

Em 1835, Hahnemann casou-se novamente, desta vez com uma jovem francesa, Melanie d’Hervilly-Gohier, e mudou-se para Paris. Na França, ele encontrou um grande reconhecimento ao seu trabalho, até então não obtido na Alemanha.

Princípio curativo na Antiguidade e no presente

Homeopatia: pequenas doses vindas da natureza

No século 5º a.C., Hipócrates, pai da Medicina, já afirmava que uma doença podia ser combatida com substâncias que causavam sintomas parecidos. O mesmo princípio curativo também já fora mencionado há mais de 2 milênios na Índia. E, no século 16, o suíço Paracelso afirmara que venenos ministrados em pequenas doses podiam curar enfermidades.

Admirador dos trabalhos de Hipócrates e Paracelso, Hahnemann conseguiu não só comprovar as ideias de seus mestres como tornou-as aplicáveis no uso medicinal.

O médico alemão e seus discípulos desenvolveram 100 substâncias curativas. Hoje existem cerca de 3 mil delas. Ao longo dos anos, houve uma evolução nos métodos homeopáticos. Mas seus princípios básicos resistem há mais de dois séculos.

Samuel Hahnemann morreu aos 88 anos, em Paris, no dia 2 de julho de 1843. Suas ideias difundiram-se, serviram de inspiração para novas gerações de clínicos e tornaram o mundo mais saudável.

 

 

A Importância do Toque

A pele tem função imunológica, está cientificamente comprovado por numerosas pesquisas. Os pesquisadores descobriram que quando acariciada, a camada externa da pele, a epiderme, produz uma  substância que é indistinguível imunoquimicamente da timopoietina, hormônio da glândula timo, que está ativa na diferenciação delinfócitos T. Os linfócitos T são responsáveis pela imunidade celular. Eles têm origem nas células que são produzidas na medula óssea e migram (pelo menos metade delas) para a glândula timo, onde são processadas até se tornarem oslinfócitos T. Ainda não é conhecido o processo pelo qual o timo confere competência imunológica aos linfócitos T, dotando-os da capacidade de se diferenciarem em células capazes de desempenhar funções especificamente imunológicas. Existem milhares de linfócitos T individualmente diferentes, cada um deles capaz de reagir a um antígeno específico e de destruí-lo. Continuar lendo “A Importância do Toque”

 

12391327_872658139521454_6958515522965544096_n

Curso de Capacitação em Saúde e Educação Sexual – Curitiba/PR

12274509_196401880695849_2853240978567325205_n

JUSTIFICATIVA

Hoje, os temas que envolvem a sexualidade aparecem de forma ampla e aberta em todas as mídias e na sociedade de modo geral. Porém, ainda encontramos resistências e desinformação, pois são entendidos de maneira errônea e carregados de tabus e preconceitos, resultados de uma educação sexual falha. As manifestações de intolerância, que vão desde  “brincadeiras” do dia a dia até  casos mais graves de violência e de atos criminosos, são sintomas dos tempos atuais.

O discurso reza respeito ao outro, mas a prática cotidiana esbarra numa difícil convivência entre as várias ideias e convicções a respeito de características tão humanas e naturais que existem desde que o mundo é mundo. Não raras vezes, o peso das imposições externas levam a conflitos internos, crises de identidade, angústia e julgamento social. A sexualidade é parte de todos nós, seres humanos, e não pode ser separada dos demais aspectos da vida.

Esse curso possibilita o desenvolvimento de ações educativas para a promoção da saúde sexual e do bem estar das pessoas. A existência desse trabalho viabiliza, também, a prevenção de doenças sexualmente transmissíveis, gravidezes indesejadas, compreensão das relações entre os gêneros, as identidades sexuais e os direitos humanos, gerando condições favoráveis ao exercício da sexualidade responsável, por meio do prazer e do respeito a si mesmo e ao outro.

A sexualidade se faz presente desde o momento da concepção do indivíduo até a sua morte. O curso contribui para a construção de conhecimento e implementação de ações críticas e inovadoras em relação à sexualidade nos âmbitos da saúde e educação. Continuar lendo “Curso de Capacitação em Saúde e Educação Sexual – Curitiba/PR”

Sexo e Meditação

“O sexo não deve permanecer sexo; esse é o ensinamento do tantra. Ele deve ser transformado em amor. E o amor também não deve permanecer amor. Ele deve ser transformado em luz, em experiência meditativa, no pico místico definitivo, derradeiro… O tantra significa isso: a transformação do amor em meditação.” – OSHO

www.artedecompartilhar.net

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.

Acima ↑